SBAI 2019

Rosi Challenge

Desafio de programação de robôs autônomos para inspeção industrial

ROSI CHALLENGE

O ROSI (RObô para Serviços de Inspeção) é um dispositivo robótico da VALE para inspecionar Transportadores de Correia. O nome é uma homenagem a Rosimar Cucco, primeira mantenedora a trabalhar no Porto de Tubarão da VALE, em Vitória-ES.

Os Transportadores de Correia são estruturas que podem chegar a quilômetros de extensão; no caso da Vale, estas são responsáveis pelo transporte diário de milhares de toneladas de minério. Realizada majoritariamente por operadores, a inspeção de suas condições é dificultada devido a sua grande extensão e riscos envolvidos durante a tarefa. Sendo assim, o ROSI tem como objetivo permitir aos operadores gerenciar seguramente a inspeção a distância, além de aumentar a eficiência das análises estruturais por permitir a coleta de dados de forma padronizada.

O ROSI é uma plataforma robótica inovadora no setor industrial e você pode participar disto! Convidamos os interessados a participarem do ROSI CHALLENGE, um desafio para acelerar o desenvolvimento de algoritmos autônomos para a inspeção industrial de Transportadores de Correia. Todos os algoritmos desenvolvidos para o evento serão de código aberto e disponibilizados no Github, contribuindo assim para a comunidade de robótica.

Confira as equipes homologadas para participar do desafio

ROSI Challenge - Inscrições Homologadas
Nome da Equipe Orientador(a) Instituição orientador(a) Capitão(ã)
Pyneapple Raimundo Corrêa de Oliveira Universidade do Estado do Amazonas - UEA Jean Phelipe de Oliveira Lima
Hofs Gustavo Hofstatter
ForROS Raphaell Maciel de Sousa
AAI Robotics Arthur Henrique Dias Nunes
Mind the GAP - ROSI Gabriel Carvalho Garcia
Jabuti-cabas Matheus Fellype Ferraz
The ROSers Wolmar Araujo Neto Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP Luan Fernandes Santos
LRM Fernando Santos Osório USP São Carlos - ICMC Diego Renan Bruno
Bahia Robotic Team Robson Marinho da Silva Universidade do Estado da Bahia - UNEB Gabriel Mascarenhas Costa de Sousa
Titãs da Robótica Giovany Frossard Teixeira Instituto Federal do Espírito Santo - IFES Jean Pandolfi
Time_Ifes_Vitória Douglas Almonfrey Instituto Federal do Espírito Santo - IFES Antônio Victor Machado de Oliveira
La5 Selmo Eduardo Rodrigues Júnior Instituto Federal do Maranhão - IFMA Gerliane da Silva Chaves
Roots     Rafael Clemente Murakami
PPGEAS - UFSC     Danilo Giacomin Schneider
FAESA Robots Victor Marques Miranda Centro Universitário FAESA Vitória Wesley Marques Pizetta
GPECA Geronimo Barbosa Alexandre Instituto Federal de Pernambuco - IFPE Adônis França Belo
BlueThunder Victor Bruno A. R. de Queiroz Faculdade do Centro Leste - UCL Danilo Marzola Cunha
Codaaut_Rosi Silvia Grasiella Moreira Almeida Instituto Federal de Minas Gerais - IFMG Letícia Aparecida de Figueiredo
Taura Bots Daniel Fernando Tello Gamarra Universidade Federal de Santa Maria - UFSM Álisson Henrique Kolling
Equipe Tubarão Cassius Zanetti Resende Instituto Federal do Espírito Santo - IFES Paulo Jose de Almeida Barbosa
Team-Eletrica     João Victor Marçal Bragança
Pra VALÊ Fernando Santos Osório USP São Carlos - ICMC Vinícius Ribeiro da Silva
LISHA Joinville Gian Ricardo Berkenbrock Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC André Luigi Bonote
L0velace Erivelton Geraldo Nepomuceno Universidade Federal de São João del-Rei - UFSJ Helena Celestino Maia
ERUS 1     Pedro Fontes Lelis
ERUS 2       Mayke Wallace Silva Alves
BIR Team Oberdan Rocha Pinheiro   SENAI Cimatec   Kaike Wesley Reis

Em termos práticos, o desafio acontece em ambiente simulado. Os códigos devem ser implementados em ROS (Robot Operating System, Versão >= Kinetic), comunicando com o simulador V-REP através da interface vrep_ros_interface. O objetivo é programar o robô para realizar tarefas rotineiras de inspeção de forma autônoma.

O dispositivo conta com um Velodyne de 16 feixes, Kinect, IMU, GPS e encoders para o sensoriamento. Como atuação, é possível acionar a tração do veículo, seus braços de alavanca e as juntas do manipulador antropomórfico embarcado. Na flange do manipulador há a representação dos sensores (bloco em vermelho) que fazem a coleta dos dados para a inspeção do Transportador de Correia. As tarefas específicas que serão requisitadas para o desafio serão reveladas no regulamento, a ser disponibilizado em breve.

A etapa final ocorrerá no dia 28 de outubro durante o SBAI.

Serão oferecidos prêmios no formato de brindes com valor total de acordo com a classificação:
1º lugar: R$ 10.000,00 em prêmios;
2º lugar: R$ 7.000,00 em prêmios;
3° lugar: R$ 3.000,00 em prêmios.

Não há taxa de inscrição. Também não será exigida a presença das equipes em nenhuma etapa, podendo então participarem remotamente de todo o desafio.

“Inscrições encerradas”

O simulador, regulamento e códigos de exemplo já estão disponíveis no repositório: https://github.com/filRocha/rosiChallenge-sbai2019.

A organização reserva-se o direito de alterar quaisquer pontos do desafio ROSI CHALLENGE sem aviso prévio.

As notícias oficiais do desafio serão publicadas oficialmente na conta @rosichallenge do Twitter: https://twitter.com/rosichallenge

Quaisquer dúvidas, sugestões ou comentários, entre em contato no: rosichallenge@gmail.com.

Boa sorte!

LEIA MAIS SOBRE ROSI CHALLENGE NO

TWITTER


REALIZAÇÃO:

Universidade Federal de Ouro Preto
Escola Minas

PROMOÇÃO:

Sociedade Brasileira de Automática

PATROCÍNIO:

ORGANIZAÇÃO:

Elo Eventos

14° Simpósio Brasileiro de Automação Inteligente - SBAI 2019

Parque Metalúrgico
Centro Convenções - UFOP
Centro Histórico
Ouro Preto - MG

(51) 3388-4944

contato@sbai2019.com.br

TOP